COMPARTILHAR

A South African Airways (SAA) anunciou a descontinuação de três voos semanais de Guarulhos. A operação da companhia sul-africana no Brasil era dividida em dez voos por semana, sendo um diário (SA222 e SA223) e outro às quartas, quintas e sábados (SA224 e SA225). Junto ao anúncio, a empresa divulgou condições para que passageiros afetados possam garantir suas remarcações.

Os voos SA224 e SA225, ligando São Paulo a Johanesburgo, deixarão de existir a partir de 28 de abril. Em comunicado, o gerente geral da South African Airways, Aaron Munetsi, afirmou que “fatores econômicos são continuamente avaliados e tomamos decisões referentes a disponibilidade de capacidade e frequências para este mercado assim como fazemos para qualquer outro mercado para onde operamos”.

Apesar da retração no número de voos, a aérea diz manter o foco na região. “Estamos confiantes que a retomada econômica na região trará bons frutos e continuaremos nossas parcerias para aumentar a demanda tanto no segmento de lazer quanto no corporativo na América do Sul”, garantiu Munetsi.

A SAA já anunciou as medidas para remarcação de voos para os passageiros afetados. “Sem dúvida alguns de nossos clientes terão que revisa seus planos de viagem e asseguramos que nossa equipe de atendimento está disponível todo o tempo para assisti-los sempre que necessário”, disse o executivo.

Confira abaixo as regras para remarcação de passagens dos voos SA224 e SA225:

Bilhetes não emitidos: Todas as reservas com bilhetes não emitidos antes de/ou em 28/03/2017 serão canceladas e os clientes deverão providenciar novas reservas.

Reservas com bilhetes emitidos: Todos os passageiros com bilhetes emitidos antes de/ou em 28/03/2017 para viagem nos voos suspensos (SA224 e SA225) já foram reacomodados nos voos SA222 e SA223 na data original da reserva ou no voo SAA mais próximo da data original, sem qualquer penalidade ou taxas adicionais.

Reacomodação: A SAA é responsável apenas por passageiros que tenham bilhetes emitidos no seu formulário (SA083) em tarifas diretas num único bilhete até seu destino final. Caso o passageiro tenha comprado bilhetes separados para voos em trechos de outra companhia aérea, a SAA não será responsável por essas reacomodações. Demais regras da tarifa comprada se aplicam.