COMPARTILHAR

Viajantes, assim como aconteceu recentemente com a TAP, a empresa Azul começara (29MAR17) a cobrar a taxa “YQ” (Taxa de combustível) em suas tarifas, na verdade estas taxas estão embutidas junto às taxas de embarque e não na tarifa, que fique correto a explicação.

E já informamos que será uma tendência entre as empresas aéreas a adotarem este procedimento. Não estranhem se todas empresas aéreas adotarem nos próximos 6 meses.

As emissões realizadas no Brasil e exterior para todos os bilhetes da AZUL em voos partindo do Brasil com destino a Europa, inclusive em conexão (Off Line) e voos AD* operados por empresas parceiras, os famosos Code-Share.

Para voos realizados em classe econômica o valor será de USD 100 e, para voos na classe Executiva, o valor será de USD 200. O valor é por trecho e por pessoa.

A Azul continua oferecendo o parcelamento em até 10x sem juros para todos os voos internacionais emitidos em bilhete AZUL (AD-577), independentemente se o voo é operado pela AZUL ou pelas empresas parceiras. Lembramos que a cobrança das taxas de embarque e outras taxas, incluindo a “YQ”, ocorre integralmente na primeira parcela da tarifa aérea.

Valor da tarifa se divide por 10x e na primeira prestação se acrescenta o valor das taxas de embarque.

Ex: Tarifa R$ 1000,00 + taxas de embarque R$ 250,00

R$ 1000 / 10 = R$ 100,00 + R$ 250,00

Ficando a Entrada de R$ 350,00 + 9 prestações de R$ 100,00.